WhatsApp Twuitter

Terça, 12 de junho de 2018, 11h19

Viúva de Marielle defende afeto como forma de luta LGBTI


Companheira de Marielle Franco por 14 anos, a militante dos direitos humanos e arquiteta Mônica Benício afirma que a demonstração de afeto era uma das maiores formas de luta da vereadora carioca a favor dos direitos da população lésbica, gay, bissexual, transexual e intersexual (LGBTI). Mônica participou de um vídeo da Anistia Internacional divulgado hoje (12), Dia dos Namorados, nas redes sociais da entidade. Na próxima quinta-feira (14), os assassinatos de Marielle e do motorista Anderson Gomes completam três meses.

‘Marielle lutava na causa LGBTI e acho que a maior expressão dessa [luta], para além do parlamento, era a divulgação da vida pública dela, que era não esconder o relacionamento que a gente tinha e reforçar que isso era um amor, que era legítimo, que era feliz e que as nossas famílias existem. Eu acho que essa era a principal forma de ela lutar dentro dessa causa‘, conta Mônica no vídeo.

A viúva afirma na gravação que Marielle defendia a postagem diária de fotos e que ela concorda com a postura, argumentando que a atitude é uma forma de resistência. ‘A gente tem que ficar autoafirmando que esse amor é legítimo, e que a gente não vai deixar de amar porque a gente está em um contexto social em que parte das pessoas não acredita que esse amor seja legítimo‘.

Mônica agradeceu pelo apoio que vem recebendo e disse que é fundamental toda manifestação de carinho, afeto, mobilização e cobrança por justiça, pressionando as investigações e lutando para que não haja mais assassinatos como o de Marielle.

‘O apoio tem sido muito grande, e é isso que ajuda a manter a luta e faz com que eu levante de manhã e que dá algum sentido, é saber que existe toda essa rede de afeto mundial‘.

Durante a Parada LGBT de São Paulo, em 3 de junho, Mônica defendeu a necessidade de resistência lembrando que o Brasil é um dos países que mais mata a população LGBT. ‘A gente não pode deixar que isso continue dessa maneira. O nosso corpo é resistência política‘, discursou em um dos carros de som. 



// matérias relacionadas

Segunda, 18 de junho de 2018

18:43 - Conselheiro do TCE nega ligação com morte de Marielle

Quinta, 14 de junho de 2018

11:00 - Ex-deputado vai depor no caso Marielle

Quarta, 16 de maio de 2018

09:30 - Ligado ao caso Marielle, Orlando da Curicica está preso por outra morte

Segunda, 14 de maio de 2018

09:34 - Anistia Internacional cobra conclusão sobre assassinato de Marielle

Sexta, 11 de maio de 2018

10:39 - Mãe de Marielle 'não quer acreditar' em participação de vereador

Quinta, 10 de maio de 2018

12:44 - Vereador acusado de envolvimento na morte de Marielle é estreante na Câmara

Sexta, 13 de abril de 2018

20:00 - Anistia Internacional cobra País por resolução do assassinato de Marielle Franco

Segunda, 09 de abril de 2018

15:25 - Assessor de vereador que depôs sobre morte de Marielle é assassinado a tiros

Quarta, 28 de março de 2018

09:36 - Polícia identifica autor de ameaça a vereadora de Niterói amiga de Marielle

Segunda, 26 de março de 2018

09:38 - Dono de página de fake news sobre Marielle é sócio de dirigente do MBL


// leia também

Quinta, 21 de junho de 2018

15:53 - MPF vai investigar brasileiros que assediaram mulher na Rússia

14:45 - Surto de toxoplasmose no RS tem origem na água, diz ministro

12:29 - Desmatamento no Cerrado recua, mas em 7 anos é 60% maior que perda da Amazônia

10:39 - Ministério da Educação e FNDE fazem pesquisa sobre transporte escolar

10:16 - Forças Armadas bloqueiam vias e revistam pessoas em operação no RJ

Quarta, 20 de junho de 2018

18:30 - Operações levam pânico a moradores de favelas do Rio

18:00 - Doenças erradicadas podem voltar por falta de vacinação

16:00 - Empresa demite funcionário que constrangeu russas durante a Copa

15:30 - Ladrão invade galpão e tem pé e braço dilacerados por rottweilers

14:47 - Vagas do ProUni estão disponíveis para consulta