WhatsApp Twuitter

Quarta, 13 de junho de 2018, 15h26

Brasil

Temporal afetou 26 cidades gaúchas, diz Defesa Civil


Subiu para 26 o número de municípios do Rio Grande do Sul atingidos pelo forte temporal que causou destruição e mortes no estado desde o último domingo (10). Apesar da trégua das chuvas, o número de residências afetadas também aumentou, passando de 2.630 para 2.780. Os dados foram atualizados hoje (13) pela Defesa Civil estadual que continua atendendo e contabilizando os prejuízos.

Reprodução

O subchefe do órgão, coronel Jarbas Ávila, explicou que os ventos e as chuvas de granizo, comuns nos invernos gaúchos, superaram em intensidade as previsões meteorológicas e, pela primeira vez, causaram duas mortes, registradas nos municípios de Sarandi e Ciríaco.

‘Lançamos alertas e avisamos as pessoas. Não podemos dizer que não seguiram o recomendado. Nesses casos, a orientação básica é para que todos fiquem em casa ou em locais protegidos e as mortes foram por desabamento. A velocidade do vento foi superior às previsões‘, disse, destacando que as casas destruídas, total ou parcialmente, eram de alvenaria.

Santa Bárbara e Giruá registraram a maior quantidade de casas afetadas, 600 em cada município. Santa Bárbara também concentra o maior número de desabrigados (9) e desalojados (11) do estado. No total, 29 famílias foram obrigadas a abandonar temporária ou definitivamente suas casas.

Frio

Com o fim das chuvas e a ausência de previsões de novos temporais, pelo menos, até a próxima semana, a Defesa Civil se prepara para outra situação de alerta: a queda abrupta da temperatura. Enquanto na última segunda-feira os termômetros marcavam 28ºC, hoje a marca atingiu os 5ºC.

‘É uma queda muito severa de temperatura e estamos priorizando, neste momento, as doações de agasalhos para repassar para as famílias que perderam tudo ou quase tudo. São poucos os desalojados e os desabrigados, mas quem está nessa situação têm a necessidade dessa ajuda‘, explicou o coronel.

Qualquer cidadão que queira contribuir pode procurar um centro da Defesa Civil no estado. Em Porto Alegre, as doações também estão sendo recebidas em mercados e quartéis da Polícia Militar e dos bombeiros. No interior do estado, as pessoas podem receber orientações pela central 199 (Defesa Civil), que funciona 24 horas. 



// matérias relacionadas

Quinta, 21 de setembro de 2017

17:56 - Primavera deve ser chuvosa e sem frio atípico

Sábado, 16 de setembro de 2017

12:25 - Temperatura cai e mínima será de 22ºC neste fim de semana

Quarta, 30 de agosto de 2017

15:25 - Defesa Civil declara estado de emergência no DF devido à baixa umidade


// leia também

Segunda, 25 de junho de 2018

11:44 - Polícia Federal ataca tráfico de drogas e lavagem em 5 Estados

09:54 - ProUni abre inscrições nesta terça-feira e estudantes podem consultar vagas

Domingo, 24 de junho de 2018

18:00 - Como comprar pacotes em site de viagens sem ter problemas

17:30 - Avançam testes de nova terapia contra enfisema pulmonar

16:30 - Justiça obriga plano de saúde a autorizar cirurgia de redução de mamas

09:19 - Menino de 7 anos morre ao ser cortado por linha de pipa com cerol em Santos

08:43 - Faxineira brasileira faz 'revolução' na vida e vira palestrante nos EUA

Sábado, 23 de junho de 2018

17:30 - Tiroteio entre facções rivais termina com um morto e um ferido em favela do Rio

12:05 - Secretaria faz alerta sobre sarampo na Copa da Rússia

09:21 - Risco de novo surto de zika ameaça 80 cidades de Pernambuco