WhatsApp Twuitter

Quinta, 12 de julho de 2018, 19h34

sequestro e extorsão

Polícia prende no Rio quadrilha que atraía vítimas com venda de carro


O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Rio (MPRJ) e a Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense fizeram hoje (12) uma grande operação para desarticular quadrilha de traficantes que se especializou também na prática de sequestro e extorsão. Foram cumpridos 18 mandados de prisão e outros 19 de busca e apreensão.

Onze pessoas foram presas na ação, entre elas, os principais líderes do grupo: Fabrício Silêncio de Oliveira, conhecido como FB; Claudio Neves da Silva Reis, o Tinen; Wendersson do Nascimento Ruela, o Coxinha; Tales Marcos da Silva Gomes, o Loirinho; Gelson Pinheiro da Cruz, o Testão; Luciano de Oliveira Santos; e Froncois de Morais Cabral, o Franklin.

O crime de extorsão qualificada pela restrição da liberdade da vítima ocorria no momento em que vítimas eram atraídas quando o grupo anunciava um veículo em site de vendas pela internet. O interessado combinava se encontrar com o suposto proprietário do veículo para avaliar e negociar a compra.

Segundo o MPRJ, dessa forma, os criminosos sabiam de antemão que as vítimas, por estarem interessadas em comprar um veículo, tinham grande quantia de dinheiro em conta bancária. Enganadas pelo falso anúncio, as vítimas vão ao encontro dos criminosos e são sequestradas. A seguir, são obrigadas a fornecer senhas e outros dados bancários para que os criminosos possam transferir todos os valores em conta.

De acordo com o promotor de Justiça do Gaeco Fábio Corrêa, "acreditamos que essa operação de hoje tende a desarticular esse tipo de modalidade criminosa que lesa pessoas de boa fé que, inocentemente, se propõem a fazer um negócio pela internet e se deparam com essa situação macabra".

Segundo o delegado Daniel Rosa, titular da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, a quadrilha tinha ramificações, sendo que parte se encarregava do anúncio na internet e outra parte se incumbia do sequestro. Também havia integrantes que se dedicavam a usar os cartões da vítima para fazer compra de produtos que eram vendidos por outra célula criminosa.



// matérias relacionadas

Sexta, 20 de julho de 2018

16:42 - Gabinete de Intervenção Federal publica plano reduzir criminalidade no Rio

Quinta, 19 de julho de 2018

18:00 - PM acusado de matar jovem que brincava em telhado tem prisão decretada

09:51 - Jovem é preso após torturar e cortar cabelo de namorada menor de idade

09:30 - Jovem morto por PM porque fazia barulho será enterrado nesta quinta

Terça, 17 de julho de 2018

14:09 - Prefeitura do Rio diz que imprensa divulga 'colocações distorcidas' de Crivella

Segunda, 16 de julho de 2018

10:20 - Líder do Comando Vermelho é preso na zona norte do Rio de Janeiro

Domingo, 15 de julho de 2018

10:40 - Suspeitos de matar grávida e roubar bebê são presos no Rio

Quarta, 11 de julho de 2018

12:45 - Operações em comunidades das zonas norte e sul do Rio interditam estrada

11:32 - Forças Armadas fazem operação em comunidades do Rio

10:00 - Casal é executado após denunciar suspeitos pela morte do filho


// leia também

Sexta, 20 de julho de 2018

18:40 - Chacina na Brasilândia deixa 4 mortos em SP e polícia investiga

16:25 - Doutor Bumbum e mãe são transferidos para cadeia na zona Norte do Rio

14:20 - MPF pede informações a nove órgãos sobre legado olímpico

13:00 - Sete casos de sarampo são confirmados no Estado do Rio de Janeiro

12:25 - Chacina com sete mortos é a maior do século em Porto Alegre

12:06 - Problema técnico em radar afeta funcionamento de aeroportos em São Paulo

08:47 - Médico afirma que procedimento estético foi correto e justiça será feita

Quinta, 19 de julho de 2018

18:30 - STJ concede prisão domiciliar para grávida condenada por tráfico

17:30 - 96% dos usuários tiveram problemas com planos de saúde, diz pesquisa

16:31 - 'Dr.Bumbum' pode ser enquadrado em vários crimes, dizem advogados