WhatsApp Twuitter

Quinta, 28 de dezembro de 2017, 00h00

Prévias


Uma ala de tucanos já estaria se organizando para que, antes das convenções, ocorram prévias dentro do partido para definir quem será o candidato ao governo do Estado pela legenda nas eleições de 2018. Nomes como o de Rogério Sales estariam na lista dos possíveis concorrentes ao cargo que, na defesa de outra ala do partido, tem que ser do governador Pedro Taques que, se candidato, disputará a reeleição.
A defesa pela realização das prévias seria mais um capítulo da disputa interna que estaria sendo protagonizada por Taques e pelo deputado federal Nilson Leitão.

Apoio

Os votos de dois vereadores a mais provavelmente não fariam diferença para que as emendas impositivas do vereador Felipe Wellaton (PV) ao orçamento municipal de 2018 fossem aprovadas, mas o “apoio moral” que Diego Guimarães (PP) e Marcelo Bussiki (PSB) poderiam ter dado ao colega de oposição fez falta na sessão plenária desta quarta-feira (27) na Câmara de Cuiabá.
Diego não compareceu por estar viajando. Já Bussiki é mais uma vítima do surto de conjuntivite que se abateu sobre a Capital. Com isso, Wellaton ficou praticamente isolado no plenário em meio aos discursos de crítica dos demais parlamentares.

Aliança

O governador Pedro Taques (PSDB) estaria encorajando aliados políticos a se filiarem ao Solidariedade para disputar cargos disponíveis nas eleições do ano que vem. A ligação do tucano com a legenda seria por conta de uma relação cada dia mais próxima com o prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio (SD), que, quando deputado estadual, nunca perdeu a oportunidade de demonstrar apoio ao governo.

Crise

Há quem diga que o governo Pedro Taques (PSDB) estaria, a cada dia, se “embaralhando” mais com os números da arrecadação de impostos em Mato Grosso. O discurso de dificuldades financeiras para honrar os compromissos e de queda na arrecadação seria, numa tese defendida por alguns, contrário ao que percebem no Estado.

Desistência

Apesar de o PTB já ter estipulado um prazo para que o conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Antonio Joaquim resolva sua situação jurídica, a candidatura dele ao governo nas eleições do ano que vem parece ser uma aposta mais forte dentro do partido do que do próprio Joaquim. O conselheiro já teria considerado desistir definitivamente da empreitada e não teria feito o anúncio porque petebistas disseram ainda acreditar na chance de reversão da situação que hoje o impede de disputar o comando do Palácio Paiaguás.

Projeto

Aliás, o ministro Blairo Maggi tem visto seu nome a cada dia mais próximo dos tucanos, retomando um sonho antigo do novamente presidenciável Geraldo Alckmin, governador de São Paulo: ter o representante do agronegócio como seu candidato a vice na disputa pela presidência da República. Em 2006, o projeto não emplacou. Agora poderia emplacar.

Vingança

Soou como vingança e, ao que parece, os vereadores de Cuiabá sequer fizeram questão de disfarçar: reprovaram as emendas impositivas que Felipe Wellaton (PV) tinha direito a apresentar ao orçamento municipal de 2018. A iniciativa se demonstrou como bem mais que apenas uma retaliação um vereador de oposição. Foi também uma claríssima resposta à atitude de Wellaton de denunciar o suposto vínculo entre a suplementação de R$ 6,7 milhões para Câmara (que acabou anulada pela Justiça) e a falta de apoio dos vereadores à criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB).

Sucessor

O senador e ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi (PP), reconhecidamente um homem forte perante o presidente da República Michel Temer (PMDB), parece não ter conseguido emplacar seu sucessor no ministério. Maggi até que tentou deixar na sua cadeira, a partir do seu retorno para o Senado, já que irá disputar as eleições do ano que vem, Eumar Novacki, atual secretário executivo da pasta. O veto ao nome indicado, no entanto, teria partido de seu próprio partido, o PP.
 



// leia também

Quarta, 17 de janeiro de 2018

00:00 - Eleições

Terça, 16 de janeiro de 2018

00:00 - Espera sem fim

Segunda, 15 de janeiro de 2018

00:00 - Próxima vítima

Domingo, 14 de janeiro de 2018

00:00 - Problema à vista

Sábado, 13 de janeiro de 2018

00:00 - Semelhanças

Sexta, 12 de janeiro de 2018

00:00 - Realidades diferentes

Quinta, 11 de janeiro de 2018

00:00 - Ano novo, problemas velhos

Quarta, 10 de janeiro de 2018

00:00 - Negócios

Terça, 09 de janeiro de 2018

00:00 - Férias

Segunda, 08 de janeiro de 2018

00:00 - Alagamento