WhatsApp Twuitter

Terça, 20 de fevereiro de 2018, 00h00

Decisão


Senador licenciado, Blairo Maggi (PP) teria desistido de tentar a reeleição e decidido concluir o mandato exatamente onde está, à frente do Ministério da Agricultura. A decisão, tomada durante o período de Carnaval, já teria sido comunicada à família e aos executivos da Amaggi e também ao seu suplente, hoje em exercício no Senado, Cidinhos dos Santos (PR). Maggi também já teria feito a informação chegar aos ouvidos do governador Pedro Taques (PSDB) e do empresário Mauro Mendes, os dois diretamente interessados numa candidatura do progressista. Enquanto para o tucano a notícia deve ter sido recebida com alívio, para o ex-prefeito de Cuiabá pode representar uma complicação nos planos de, eventualmente, disputar o comando do governo do Estado em outubro.

Pano pra manga

A julgar pela denúncia do Ministério Público, aliás, a Operação Bereré tem potencial para ser tão, ou até mais, avassaladora do que a Sodoma, que teve cinco fases e culminou na delação do ex-governador Silval Barbosa, entre outros. É imensa a lista de pessoas, entre elas um tanto de políticos, que ainda serão ouvidas pelos promotores de Justiça para tentar decifrar se faziam parte do esquema ou se só caíram de gaiato no navio.

Ano novo

Deflagrada na manhã de ontem, a Operação Bereré marcou o início, de fato, de 2018. Afinal, como, diz o ditado, o ano só começa mesmo depois do Carnaval. O lado triste para os mato-grossenses é que o ano é novo, mas as práticas na política continuam as de sempre. O lado positivo é que, pelo menos, os esquemas estão sendo revelados e os envolvidos estão sendo, se não ainda punidos, investigados.

Nomes novos

Entre os nomes que o Ministério Público deve interrogar nos próximos dias estão os de outros deputados estaduais, além dos dois já acusados, Mauro Savi e Eduardo Botelho, ambos de saída do PSB. Na lista, alguns já citados em outros esquemas corrupção, como Oscar Bezerra (PSB), e outros “novatos” - pelo menos até onde se tem notícia - como Allan Kardec (PT). Vale a ressalva: eles ainda não foram acusados de envolvimento no caso.

Quanto mais...

A Prefeitura de Cuiabá deu início à instalação dos semáforos inteligentes e motoristas mais atentos já devem ter notado que os postes que sustentam os novos equipamentos possuem, cada um, três conjuntos de luzes de sinalização. A quantidade é bem maior do que os cuiabanos estão acostumados. Nos postes antigos (ainda em funcionamento) existem, quando muito, dois conjuntos luminosos. Será mesmo necessário tudo isso?

Defesa

E o governador Pedro Taques (PSDB), que tempos atrás, lá no início de seu mandato, quando se referia a José Riva e Silval Barbosa, bradava aos quatro ventos ter orgulho de não manter relações com “bandidos”, adotou uma postura bem mais amena diante da informação de que um aliado seu está na lista dos acusados da Bereré. Como representante do Direito que é, defendeu a prerrogativa à ampla defesa de Eduardo Botelho.

Foco

Depois de ser acusado de tentar atrapalhar as investigações da CPI “do Paletó” por ter recebido um ofício que não era endereçado a si, o vereador Adevair Cabral (PSDB) resolveu acionar os colegas que questionaram sua atitude. O tucano tem ameaçado pedir a cassação de Felipe Wellaton (PV) e de Diego Guimarães (PP). Seria picuinha, de fato, ou uma nova estratégia para tirar o foco do trabalho da CPI?
 



// leia também

Quinta, 21 de junho de 2018

00:00 - Hashtag chateado

Quarta, 20 de junho de 2018

00:00 - Surpresa!

Terça, 19 de junho de 2018

00:00 - Defesa nova

Segunda, 18 de junho de 2018

00:00 - Corporativismo

Domingo, 17 de junho de 2018

00:00 - Traição

Sábado, 16 de junho de 2018

00:00 - Delação à vista?

Sexta, 15 de junho de 2018

00:00 - Aprovação...

Quinta, 14 de junho de 2018

00:00 - Só faltava essa

Quarta, 13 de junho de 2018

00:00 - Força externa

Terça, 12 de junho de 2018

00:00 - São João