WhatsApp Twuitter

Sábado, 10 de março de 2018, 00h00

Mais perto


Secretário-chefe da Casa Civil, Max Russi, que em breve retornará para a Assembleia Legislativa, também cogitou ingressar num partido sem tanta representatividade em Mato Grosso. Acabou perdendo a vaga para Adilton Sachetti, que se filiou primeiro. Agora, segundo comentários de bastidores, a tendência é que Russi fique mesmo no PSDB, onde estaria mais próximo do governador Pedro Taques.

Espaço

Nos bastidores, o que se comenta é que tanta indecisão por parte de Oscar Bezerra teria como motivo o fato de o deputado querer um partido com “espaço” para recebê-lo. Exatamente por isso, ele teria escolhido o PV, uma legenda relativamente pequena no Estado, onde teria mais chances de assumir a condução do partido com mais facilidade. E Oscar não seria o único a pensar assim.

Filiação

Na lista de dissidentes do PSB, o deputado estadual Oscar Bezerra estaria próximo de fechar sua filiação ao Partido Verde (PV). A decisão teria sido tomada depois de o presidente do PP, Ezequiel Fonseca, anunciar que a legenda não tem interesse em receber parlamentares que já têm mandato e disputarão a reeleição em outubro para não prejudicar a chapa já montada de candidatos progressistas aos cargos de deputado estadual e federal.

Legislação

O TAC, conduzido pelo Ministério Público Estadual, prevê ainda que Emanuel Pinheiro tem até dezembro de 2020 para exonerar quatro servidores comissionados que exercem funções de procurador do Município na Prefeitura de Cuiabá. Também que o Executivo vai encaminhar, dentro de 15 dias, uma lei à Câmara de Vereadores que reforma a legislação atual da Procuradoria Geral do Município.

Favor

O pedido do presidente da Câmara de Cuiabá, Justino Malheiros (PV), para que a CPI do Paletó encerre de uma vez os trabalhos e elabore logo o relatório final, sem dúvida nenhuma presta um favor ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que não precisará mais se preocupar com o assunto - se é que algum dia a CPI, de fato, lhe rendeu preocupações -, mas também à sociedade, afinal, não precisava de bola de cristal para prever que essa “investigação” não daria em nada.

Sugestão

Ao presidente da CPI, Marcelo Bussiki, que, temos que reconhecer, tentou fazer um bom trabalho, deixamos uma sugestão: no lugar de fazer um relatório paralelo que não vai servir para nada, que elabore um relatório dos gastos que a CPI gerou à Câmara de Cuiabá. Dinheiro jogado no ralo por culpa daqueles que atrapalharam as investigações e a impediram de chegar a um resultado sério.

Reforma

Adiada algumas vezes, a reforma administrativa do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) deve ter início pelo cargo de corregedor-geral do Município, hoje ocupado por Luiz Henrique Senff. A assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) deu prazo de 48 horas para fazer a substituição. O acordo foi firmado com a União dos Procuradores do Município de Cuiabá (Uniproc), que questionava, desde o início do ano, a ocupação de cargos de procurador por funcionário comissionados, ou seja, que não haviam passado em concurso.

Negociação

Desde que os problemas no PSB tiveram início, Oscar Bezerra já manteve conversas com o PP, com o DEM e com legendas que sondaram a filiação do deputado federal pelo Rio de Janeiro e pré-candidato a Presidência da República Jair Bolsonaro. O parlamentar chegou, inclusive, a cogitar ficar no próprio PSB, quando veio à tona o convite de Carlos Bezerra para que Valtenir Pereira - seu desafeto declarado - voltasse para o MDB.
 



// leia também

Sexta, 22 de junho de 2018

00:00 - De novo não!

Quinta, 21 de junho de 2018

00:00 - Hashtag chateado

Quarta, 20 de junho de 2018

00:00 - Surpresa!

Terça, 19 de junho de 2018

00:00 - Defesa nova

Segunda, 18 de junho de 2018

00:00 - Corporativismo

Domingo, 17 de junho de 2018

00:00 - Traição

Sábado, 16 de junho de 2018

00:00 - Delação à vista?

Sexta, 15 de junho de 2018

00:00 - Aprovação...

Quinta, 14 de junho de 2018

00:00 - Só faltava essa

Quarta, 13 de junho de 2018

00:00 - Força externa