WhatsApp Twuitter

Segunda, 21 de maio de 2018, 00h00

Suplência


Na próxima quarta-feira (23), o deputado estadual Mauro Savi (DEM) completa duas semanas preso. Ele foi detido na deflagração da Operação Bônus, segunda fase da Bereré. Na Assembleia Legislativa, a ideia de tentar solta-lo por meio de uma votação em plenário parece já ter caído por terra, depois da polêmica sobre a iniciativa. Apesar disso, nenhum suplente foi convocado para assumir a vaga no Parlamento.
 

Até quando?

O beneficiado com o afastamento de Mauro Savi seria Ademir Brunetto (PT). O presidente da Mesa Diretora, Eduardo Botelho (DEM), todavia, tem se amparado em uma, segundo ele, manifestação da Procuradoria da Assembleia que apontaria ainda não ser necessário chamar o próximo da fila. Até quando será que o Parlamento e o próprio Brunetto pretendem esperar?

Definição à vista

Apesar de o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, ter pedido mais 10 dias de prazo para decidir se vai ser candidato ao governo do Eatado nas eleições deste ano e a legenda ter concordado em conceder esse tempo a ele, os democratas parecem ter mudado de ideia mais uma vez. Não anunciaram com todas as letras, mas para bom entendedor, meia palavra basta. A subida no tom de críticas do ex-senador Jayme Campos é um recado mais que claro, inclusive pro próprio Mendes.

Candidatura

O ex-prefeito tem até o dia 30 deste mês para dar uma resposta ao partido e, nos bastidores, comenta-se que está se preparando para isso. Há algumas semanas, Mauro Mendes procurou um conhecido marqueteiro, de certo que assunto não seria outro se não uma eventual campanha ao Palácio Paiaguás.

Discurso

Se o ex-prefeito ainda não tem uma resposta, o discurso do DEM para seu candidato ao governo, seja ele quem for, parece já estar pronto. De acordo com as palavras de Jayme Campos, o partido está disposto a atacar as fragilidades da gestão Pedro Taques (PSDB), atribuindo a elas uma suposta incompetência para lidar com o dinheiro que o Estado arrecada, enquanto o tucano tem afirmado que o problema, na verdade, é que o dinheiro não tem entrado nos cofres públicos.
 

Passando tempo

Passados cinco meses do início de 2018, a população mato-grossense já viu muita movimentação na política, mas, infelizmente, nada que seja positivo. Na Câmara de Cuiabá e, principalmente, na Assembleia Legiativa praticamente nada foi decidido em prol dos cidadãos que os parlamentos representam. As únicas providências para termos um Estado melhor parecem estar sendo tomadas pelo Ministério Público e pela Polícia, com a deflagração de ações para livrar a política da corrupção ou, pelo menos, atenuar os efeitos dela.
 

Maré ruim?

E as coisas parecem não estar boas mesmo para o governador Pedro Taques. Despois de ter os primos alvo das operações Bereré e Bônus - acusados, justamente, de levar o suposto esquema que teve início na gestão Silval Barbosa para dentro do governo tucano - agora, segundo informações da imprensa local, o STF homologou a delação do empresário Allan Malouf. Quem se lembra da Operação Rêmora vai lembrar que Malouf acusou Taques de saber da existência do esquema que serviria para quitar dúvidas de sua campanha.

Luto

Faleceu na manha deste domingo (20), em São Paulo, vítima de um infarte, o ex-Superintendente do IEL em Mato Grosso e ex-secretario de Saude de Cuiabá na Gestão Mauro Mendes, Ary Soares Júnior. O velório acontece nesta segunda-feira (21), às 9h, na capela Jardins, sala Lírios. O sepultamento está previsto para ocorrer às 17h no cemitério Parque Bom Jesus.
 



// leia também

Quinta, 16 de agosto de 2018

00:00 - Sem localização

Quarta, 15 de agosto de 2018

00:00 - Quebradeira 1

Terça, 14 de agosto de 2018

00:00 - Ainda a Ararath 1

Segunda, 13 de agosto de 2018

00:00 - Pensando bem

Domingo, 12 de agosto de 2018

00:00 - Vozes das ruas

Sábado, 11 de agosto de 2018

00:00 - Repercussão

Sexta, 10 de agosto de 2018

00:00 - Dia de protagonismo

Quinta, 09 de agosto de 2018

00:00 - Neutralidade?

Quarta, 08 de agosto de 2018

00:00 - Fiel escudeira

Terça, 07 de agosto de 2018

00:00 - Foco