WhatsApp Twuitter

Segunda, 25 de junho de 2018, 00h00

De delatores...


Já questionada quando o assunto é a Operação Lava Jato, a decisão do juiz federal Sérgio Moro de impedir que órgãos de controle usem provas fornecidas em acordos de delação contra os próprios delatores também pode ter impacto nos desdobramentos da Operação Ararath feitos pela Procuradoria da Fazenda Nacional.
Em um balanço recente divulgado pela força-tarefa da Ararath foi revelado que, só em impostos sonegados os investigados, naquele que é considerado o maior esquema de corrupção já descoberto em Mato Grosso, devem quase R$ 1,5 bilhão. Dinheiro suficiente para construir um VLT.

...a privilegiados

A decisão do juiz Sérgio Moro, de fato, levanta questionamentos para o tratamento que se tem dado aos delatores. A possibilidade de ter uma pena reduzida para colaborar com as investigações, sem sombra de dúvidas levou as investigações de esquemas de corrupção para outro nível no país. É preciso, no entanto, dosar até que ponto o delator pode ser beneficiado para que isso não gere, nem na população e (pior) nem naqueles que cometem esse tipo de crime uma sensação de impunidade.

Ouvido de pinico

Em Mato Grosso, por exemplo, além de estar tranquilamente cumprindo ‘prisão‘ domiciliar, o ex-governador Silval Barbosa - que confessou ter participado de dezenas de esquemas de pagamento de propina a políticos com dinheiro desviados dos cofres públicos - ainda se acha no direito de posar de defensor da moralidade. Passou a conceder entrevistas em que afirma querer ‘ensinar‘ os políticos de hoje a não cometerem os mesmos crimes que ele. E a população, que já sofreu com a gestão criminosa e desastrosa dele, ainda tem que aguentar ouvir esse tipo de coisa.

Temporada de pesquisas

Foi aberta a temporada de pesquisas eleitorais. Segundo dados do sistema on-line do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até o início da semana passada já haviam sido protocolados, pelo menos, nove pedidos de registro de levantamentos de intenção de voto em Mato Grosso. A aproximação do período de convenções é um dos motivos para tanta gente querendo saber o que o eleitor anda pensando. Tem pré-candidato que só deve dar prosseguimento ao projeto inicialmente pensado se avaliar que tem alguma chance de vitória.

Tudo para dar...

Com um histórico não muito otimista (para dizer o mínimo) de disputas pelos dois principais cargos eletivos de Mato Grosso - o comando do governo do Estado e da Prefeitura de Cuiabá - o Partido dos Trabalhadores (PT) se prepara para lançar mais uma candidatura ao Palácio Paiaguás. O curioso é que segundo avaliação dos próprios militantes, o projeto tem mais para dar errado do que certo.

...muito errado

Os dois cotados, por enquanto, para encarar a campanha são Willian Sampaio, ex-presidente do PT no Estado, e o professor da Unemat Domingos Sávio. Seja qual deles for o escolhido, o partido já trabalha com a ‘desculpa‘ de que a candidatura própria só será lançada para evitar que a legenda precise subir no palanque de políticos que, em 2016, apoiaram o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Entre as vantagens...

A consciência dos petistas de que um projeto ao Executivo não vai mesmo para frente, no entanto, pode beneficiar Lúdio Cabral (PT), que pretende disputar uma vaga na Assembleia Legislativa. É que o diretório já tem em mente que, sem um nome com chances reais ao governo, o melhor a se fazer com o dinheiro que a nacional (possivelmente) vai enviar para Mato Grosso é investir nas candidaturas proporcionais.

...dinheiro, muito dinheiro

E o que não deve faltar para o PT - pelo menos em nível nacional - é dinheiro. Só do Fundo Especial de Financiamento de Campanha o partido vai receber R$ 212,2 milhões. Na lista dos beneficiados, só perde para o MDB, que terá R$ 234,2 milhões, segundo dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
 



// leia também

Sexta, 20 de julho de 2018

00:00 - Um trabalhão!

Quinta, 19 de julho de 2018

00:00 - Enquanto isso...

Quarta, 18 de julho de 2018

00:00 - Inconveniência

Terça, 17 de julho de 2018

00:00 - Aliança

Segunda, 16 de julho de 2018

00:00 - Opinião em comum

Domingo, 15 de julho de 2018

00:00 - Opções

Sábado, 14 de julho de 2018

00:00 - Problemas

Sexta, 13 de julho de 2018

00:00 - Linha dura

Quinta, 12 de julho de 2018

00:00 - Ladeira abaixo

Quarta, 11 de julho de 2018

00:00 - Marketing