WhatsApp Twuitter

Terça, 10 de julho de 2018, 00h00

Síndrome de estocomo?



Ex-interno do Centro de Custódia da Cuiabá, o deputado estadual Gilmar Fabris (PSD) nomeou para trabalhar em seu gabinete, na Assembleia Legislativa, ninguém mais, ninguém menos que o ex-diretor da unidade carcerária, Jean Carlos Gonçalves. Ele vai exercer a função de assessor parlamentar.
Pelo visto, o deputado gostou do que viu na cadeia, onde passou 40 dias.


Preocupação

E se a situação (ainda) parece confortável para Mauro Mendes, tem outros democratas de cabelo em pé por conta da chapa que está se formando em volta do republicano. Presidente do DEM, o deputado federal Fábio Garcia, que vai tentar a reeleição, seria um deles. Segundo o que se comenta, além de estar preocupado por não ter nomes de peso na coligação que o ajudem a conseguir a quantidade de votos necessária, ele ainda estaria temendo perder os votos que já tem.

 

Oportunidade

Voltando à chapa de candidaturas proporcionais que apoiará Wellington Fagundes ao governo, a força do grupo também estaria chamando a atenção do deputado federal Victório Galli. Ao contrário de Fábio Garcia, no entanto, o parlamentar, já acusado por outros membros do PSL (partido que ele preside) de estar mais preocupado com sua própria reeleição do que com o projeto macro da legenda, estaria, ao invés de preocupado, louquinho para entrar no bloco.

Problemas

Mas engana-se quem pensa que o senador republicano não enfrenta problemas na composição de seu grupo. Os tais rumores de que ele pode desistir da candidatura ao governo do Estado quando chegar na época das convenções estaria afastando o MDB de seu projeto. O partido ainda está lá, mas já dialoga com outros pré-candidatos. Segundo o que se comenta, o cacique Carlos Bezerra não está assim muito confiante de que Wellington Fagundes vai mesmo encarar uma campanha.

 

Reduto

A preocupação de Fábio Garcia seria com a possível candidatura do filho do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), o Emanuelzinho (PTB). Isso porque o hoje deputado federal fez seu nome (e mandato) com o trabalho como ex-secretário da gestão Mauro Mendes à frente da Capital. Em outras palavras, boa parte dos votos que conseguiu, veio de servidores municipais e suas famílias, um público que, sem sombra de dúvidas, vai ser o foco da atuação do filho do novo prefeito, caso o projeto à Câmara Federal vá mesmo adiante.

Convite

Ex-secretário de Estado de Educação, Marco Marrafon (PPS), até agora, mostrou ser das duas uma: ou um presidente de partido do tipo muito discreto, que não gosta dos holofotes da imprensa sob sua legenda, ou um tanto desinteressado do processo eleitoral deste ano, quando deve disputar uma vaga na Câmara Federal.
Se a segunda opção for a verdadeira, ele acaba de ganhar mais uma ’distração’ no caminho às urnas: foi convidado pela Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro para fazer parte do Núcleo de Estudos Avançados em Federalismo e Regulação Educacional.
A julgar pelo bom trabalho que fez na Seduc, pelo menos, pode-se imaginar que vai continuar contribuindo para melhorias para nosso país.

De caro

Pré-candidatos ao Senado, a juíza aposentada Selma Arruda (PSL) e o senador José Medeiros (Pode) resolveram ‘pegar carona’ na confusão jurídica que se transformou o (quase) mandado de soltura do ex-presidente Lula.
Com fama de ‘linha dura’, assim como o juiz federal Sérgio Moro, autor da primeira sentença de condenação do petista, Selma deu entrevistas falando que a decisão do desembargador do TRF 4, Rogério Favreto, era uma tentativa de golpe.
Medeiros foi mais longe, resolveu protocolar uma representação no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o magistrado.

Aliados de peso

Enquanto pesquisas que circulam nos bastidores da política apontam que o pré-candidato ao governo do Estado (por enquanto) com mais chances de vitória é Mauro Mendes (DEM), nesses mesmos bastidores o comentário é que, quando o assunto é a chapa proporcional (que também ajuda o pessoal da majoritária a garantir alguns votos), o mais abastado entre os que disputarão o comando do Palácio Paiaguás é Wellington Fagundes (PR).
 



// leia também

Sábado, 21 de julho de 2018

00:00 - Limites

Sexta, 20 de julho de 2018

00:00 - Um trabalhão!

Quinta, 19 de julho de 2018

00:00 - Enquanto isso...

Quarta, 18 de julho de 2018

00:00 - Inconveniência

Terça, 17 de julho de 2018

00:00 - Aliança

Segunda, 16 de julho de 2018

00:00 - Opinião em comum

Domingo, 15 de julho de 2018

00:00 - Opções

Sábado, 14 de julho de 2018

00:00 - Problemas

Sexta, 13 de julho de 2018

00:00 - Linha dura

Quinta, 12 de julho de 2018

00:00 - Ladeira abaixo