WhatsApp Twuitter

Domingo, 03 de julho de 2016, 08h21

Projeto de inclusão LGBT em presídio de MT é exemplo nacional

Redação, Pau e Prosa Comunicação


Ter o direito de deixar o cabelo crescer e usar um par de brincos. Atitudes simples, mas que para travestis e transexuais que estão no sistema prisional podem ser motivos para sofrer agressões físicas e sexuais.

Ainda único no estado, o projeto Dignidade, trabalha com a população LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) para proporcionar segurança e garantia de direitos, se tornou exemplo nacional nesse assunto.

A atuação dos psicólogos nessa área e a luta pela implantação de uma política estadual de direitos LGBT estão entre os temas do 3º Congresso de Psicologia do Cerrado, que acontece em julho, e trará discussões sobre a prática da Psicologia.

Um dos criadores do projeto, o psicólogo Mauro Borges explica que atitudes pequenas como usar um batom, era motivo para que os transexuais e travestis sofressem agressões físicas e psicológicas, além de não poderem usar o cabelo comprido. Depois do início do “Dignidade”, a população LGBT pode se vestir conforme a identidade sexual e ainda dormem em uma ala exclusiva, para evitar os abusos sexuais.

“Fizemos um trabalho de sensibilização sobre o tema com os agentes penitenciários e com os presos. Não posso dizer que o preconceito acabou, mas tivemos uma evolução visível. A nossa luta é para que isso não seja apenas uma iniciativa de uma unidade, mas sim uma política pública, para que não acabe quando o gestor mude ou o profissional saia e também possa abranger todo o sistema penitenciário”, enfatiza o psicólogo.

As políticas públicas e os desafios na igualdade de gênero e sexual estão entre os assuntos que serão debatidos no 3º Congresso de Psicologia do Cerrado, realizado pelo Conselho Regional de Psicologia de Mato Grosso (CRP18-MT) entre os dias 06 e 09 de julho no Centro Universitário de Várzea Grande (Univag). 



// matérias relacionadas

Segunda, 25 de setembro de 2017

16:17 - Suspeito de matar travesti Tábata é preso em Rondonópolis

Sexta, 22 de setembro de 2017

15:49 - Conselho Federal de Psicologia recorre da decisão que libera 'reversão sexual' de gays

Quarta, 20 de setembro de 2017

09:41 - Psicólogos e comunidade LGBT de Cuiabá querem suspensão de liminar da 'cura gay'

Terça, 19 de setembro de 2017

16:59 - Ministérios, Detran e governos de MG e RJ aderem à campanha #TrateSeuPreconceito

Segunda, 19 de junho de 2017

09:15 - Parada do Orgulho LGBT revive clima de carnaval em São Paulo

Sábado, 24 de setembro de 2016

07:30 - Cuiabá terá parada da diversidade neste sábado


// leia também

Quinta, 19 de outubro de 2017

20:36 - Justiça comunitária faz mutirão no Pedra 90

20:25 - Obras de recuperação da malha viária continuam nos bairros de VG

20:15 - Prefeitura lança construção da 1ª de 5 unidades básicas de saúde

13:00 - Novo aplicativo de transporte, 99POP começa operar em Cuiabá e região

11:28 - Violações aos direitos humanos são vergonha para MT

Quarta, 18 de outubro de 2017

19:52 - TJ autoriza nomes de 2 pais no registro de menino em Jaciara

18:49 - Negociação de débitos em Várzea Grande registra mais de 480 acordos

18:01 - Agricultor registra redemoinho de areia em fazenda no Mato Grosso. Veja o vídeo

15:20 - Curso para uso de cães no trabalho dos bombeiros começa quarta-feira

13:10 - Liminar que proíbe enfermeiros de pedirem exames agrava caos na saúde