WhatsApp Twuitter

Segunda, 19 de junho de 2017, 14h40

Alunos se adequam a lei de proibição do uso de celulares em sala de aula

Lina Obaid, repórter Secom/Cuiabá


 Após pouco mais de um mês de sancionada pelo prefeito Emanuel Pinheiro, a Lei que proíbe o uso de aparelhos celulares em escolas públicas do município, bibliotecas ou qualquer ambiente com atividades pedagógicas está sendo adequada na rotina dos quase 50 mil alunos da rede educacional de Cuiabá.

A medida vem para fortalecer o trabalho de orientação ao não uso de eletrônicos em sala de aula, prática realizada anteriormente pela direção escolar, por meio de advertências verbais, escritas e de contato direto com os pais ou responsáveis.


Alunos se adequam a lei de proibição do uso de celulares em sala de aula

De acordo com a Lei, os celulares devem permanecer desligados nos locais em que as aulas estiverem sendo ministradas e só podem ser utilizados mediante autorização prévia dos professores, neste caso, o uso restrito apenas à atividades pedagógicas.

A diretora da Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Ranulpho Paes de Barros, Rosália Nascimento, relata que dos 1.300 alunos da unidade escolar, apenas os de faixa etária mais avançada acolhem bem à ideia e se adaptaram com facilidade.

“O publico formado por educandos do período matutino, que são mais jovens e pré-adolescentes, mantém resistência em não usar o celular na sala de aula, devido a idade e às mudanças pelas quais estão passando. Enquanto, por outro lado, os estudantes da noite, em sua maioria adultos, mostraram uma facilidade de adaptação à norma”, explicou.

Para o estudante Tiago Pascoal Rossin, a adaptação veio aos poucos e hoje já não usa mais o celular em sala de aula. “Agora eu chego na escola e já guardo os fones e o celular na mochila, virou um hábito”, disse.

Entretanto, o uso de celulares nas escolas não representa só pontos negativos, pois existem casos em que os estudantes utilizam a ferramenta tecnológica para a busca de conhecimento, conforme salienta a professora Nilvanil Borges da Silva.

“No ano passado, tive um grupo de alunas, do 6º ano, que tinham grupo de Whatsapp e elas o usavam para passar conteúdo se alguma delas faltava, por exemplo”, pontuou.

É de responsabilidade da direção escolar assegurar que os alunos fiquem a par da nova regra. Ações como fixação de cartazes, em locais visíveis, como as salas de aula, as bibliotecas e os demais espaços pedagógicos em questão.

Em outros ambientes das unidades escolares, os telefones e equipamentos devem permanecer no modo silencioso, desde que sejam usados com fins educacionais.



// matérias relacionadas

Sexta, 15 de dezembro de 2017

14:48 - Base nacional curricular para educação básica é aprovada pelo CNE

Quinta, 14 de dezembro de 2017

19:30 - Senado rejeita proposta de retirar de Paulo Freire título de Patrono da Educação

16:59 - Faculdades oferecem mais de 110 mil bolsas de estudo em MT

Terça, 12 de dezembro de 2017

14:03 - Justiça veta R$ 24 milhões da educação de Alagoas para escritórios de advocacia

Quarta, 06 de dezembro de 2017

12:50 - Período de matrícula para novos alunos começa no dia 18 de dezembro

Quarta, 29 de novembro de 2017

11:08 - Conselho de Odontologia solicita ao MEC a suspensão de novos cursos por 5 anos

Terça, 28 de novembro de 2017

09:36 - Ações afirmativas e cotas são atalho para 4 em cada 10 universitários

Segunda, 27 de novembro de 2017

22:34 - Brasil ganha 5 medalhas na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica

Sexta, 24 de novembro de 2017

11:48 - Alunos tomam chuva em salas improvisadas há mais de 1 ano

Terça, 21 de novembro de 2017

20:54 - Unicamp aprova cotas, seleção pelo Enem e vagas para vencedores de olimpíadas


// leia também

Sexta, 15 de dezembro de 2017

11:50 - Temporal deixa famílias desabrigadas e causa estragos em residências de VG

10:14 - População sugere presentes de Natal para Cuiabá

Quinta, 14 de dezembro de 2017

15:41 - Sentir culpa todo o tempo é sintoma de quadro de depressão ou ansiedade

15:01 - Anvisa autoriza farmácias a aplicarem vacinas

13:56 - Carreta pega fogo e interdita pista na BR-163 em Nova Mutum

09:30 - MPE e Procon notificam bancos a atender corretamente os clientes

07:00 - Criança fica pendurada em escada rolante do Aeroporto Marechal Rondon

Quarta, 13 de dezembro de 2017

18:22 - Natal Iluminado revive movimento contemporâneo com 'Batalha Hip Hop'

17:16 - Ponte Benedito Figueiredo terá trânsito bloqueado durante o período noturno

17:10 - Veja como proteger eletroeletrônicos em tempo de chuva e queda de raios