WhatsApp Twuitter

Quinta, 17 de maio de 2018, 13h05

após decisões judiciais

Bebê cardiopata é transferido para Curitiba e aguarda cirurgia de urgência

Valquiria Castil, repórter do GD


Arquivo Pessoal

O recém-nascido João Gabriel Tauffer Silva, diagnosticado com cardiopatia grave e sopro no coração, foi transferido de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), onde estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal, para o Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba (PR), local onde realizará a cirurgia de emergência, conforme determinadopela Justiça de Mato Grosso.

Esta é a 2ª decisão judicial que o bebê de pouco mais de 1 mês de idade, conseguiu para fazer a cirurgia cardiovascular, desde que foi internado na Santa Casa de Rondonópolis, no dia 7 deste mês. A mãe, Cândida Tauffer, e João Gabriel chegaram em Curitiba nesta quarta-feira (16). Segundo a mulher, ainda não há data para a cirurgia do pequeno, que passa por exames médicos no hospital.

Morador de Canarana (823 km a leste de Cuiabá), João Gabriel ficou internado na ala pediátrica do Hospital Regional de Água Boa (730 km a leste da Capital), onde recebeu o diagnóstico de cardiopatia grave e ficou internado por 4 dias até conseguir a 1ª decisão judicial determinando que fosse transferido para uma UTI neonatal.

A 1ª transferência foi para a UTI de Rondonópolis, no entanto, lá não havia condições de realizar o procedimento necessário para a cirurgia do bebê, que se alimentava por sonda e respirava através de aparelhos. Conforme os médicos responsáveis por João Gabriel, em Mato Grosso não havia nenhum hospital onde a cirurgia pudesse ser feita. Os pais acionaram a Justiça novamente e obtiveram a 2ª decisão determinando a transferência do filho. 

O caso

Divulgação

A servidora pública Cândida Tauffer, 30, levou o filho até Água Boa para fazer o retorno de rotina e o pediatra estranhou o cansaço do bebê e a forma ofegante como respirava e o encaminhou para internação. Após exames de ecocardiograma, foi diagnosticada a cardiopatia.

“Ele tem três problemas nas veias do coração e o sopro no coração. Na internação, ele já foi para o oxigênio para ter conforto respiratório e agora estamos aguardando a cirurgia, que precisa de urgência”, explica.

Casada com Gildeon Santos Silva, 29, funcionário numa empresa de móveis, Cândida têm também 1 filho de 13 anos e afirma que durante o pré-natal de João Gabriel nenhum problema de saúde foi identificado na criança. 



// leia também

Domingo, 27 de maio de 2018

12:53 - Princípio de incêndio atinge prédio no bairro Goiabeiras

12:33 - Empresário morre ao perder controle de moto e cair de ponte

11:52 - Greve dos caminhoneiros completa uma semana com 30 pontos de bloqueio em MT

10:25 - Pai e filho morrem em acidente na divisa de MT e GO

08:42 - 69% dos presos que passam por audiência não vão para prisão

Sábado, 26 de maio de 2018

17:58 - Empresas de ônibus cancelam e reduzem viagens por falta de combustível

13:39 - Corpo de Bombeiros orienta população a não estocar combustível em casa

12:19 - Hospitais temem falta de insumos e reduzem ritmo de cirurgias

11:45 - Caminhoneiros reduzem bloqueios em rodovias de MT, mas seguem em greve

11:44 - Homem suspeito de dirigir bêbado capota carro ao bater em 'tartaruga'