WhatsApp Twuitter

Terça, 10 de julho de 2018, 07h24

Pai de bebê indígena é identificado e quer guarda

Aline Almeida, repórter de A Gazeta


O destino da bebê indígena enterrada viva será decidido após estudo antropológico. A confirmação é do poder judiciário. Enquanto o estudo não estiver pronto, a criança, que já está de alta, deve ser levada para uma casa de acolhimento em Canarana (823 km ao leste de Cuiabá). O documento vai determinar inclusive se o bebê segue para adoção.

Divulgação

O juiz Darwin de Souza Pontes explicou que está no aguardo deste estudo pedido pelo Ministério Público. O documento vai embasar para verificar se o crime ocorreu em razão de tradições dos indíos e se há compatibilidade entre as etnias da mãe e do pai.

Leia também - Bebê indígena recebe alta médica, mas seu destino é incerto

“Se a bebê receber alta antes do estudo ser finalizado, ela será levada para uma casa de acolhimento em Canarana. Após o laudo desse estudo é que serão adotadas outras medidas. A primeira será o contato com o pai, para verificar o interesse na guarda, depois será procurada a família extensa e, por último, uma família substituta (adoção)”, explicou.

Tanto a mãe da criança, uma adolescentes de 15 anos, quanto o pai, um índio Trumai, já mostraram interesse pela bebê. De acordo com o delegado Deuel Paixão de Santana, o pai da criança já foi localizado e ouvido. “Ele não acrescentou muita coisa. Disse que soube da criança no dia do fato (quando a bebê foi enterrada). Ele confirmou que quer ficar com a bebê”.

Quanto ao inquérito sobre o crime o delegado disse que vai concluir este mês. Por enquanto, continuam como denunciada apenas a bisavó Kutsamin Kamayura. A avó Tapoalu Kamayura está presa, mas é investigada. A bisavó alega que enterrou a recém-nascido porque ela não teria chorado e acreditou que estava morta.



// matérias relacionadas

Quinta, 12 de julho de 2018

07:50 - Juiz ameaça decretar nova prisão de bisavó que enterrou criança indígena

Quarta, 11 de julho de 2018

15:31 - Bebê indígena deixa Santa Casa e segue para abrigo em Canarana

Segunda, 09 de julho de 2018

17:55 - Bebê indígena recebe alta médica, mas seu destino é incerto

09:30 - Bebê indígena que foi enterrada viva tem melhora e vai deixar leito de UTI

Terça, 03 de julho de 2018

16:10 - Bebê indígena apresenta melhoras, mas segue internada em UTI

Quinta, 28 de junho de 2018

12:10 - Indígena tenta matar filha que teve com 'homem branco' e PJC investiga

Segunda, 25 de junho de 2018

14:15 - Bebê indígena respira sem ajuda de aparelhos, mas estado ainda é grave

Sexta, 22 de junho de 2018

07:35 - Índias suspeitas de enterrar bebê vivo vão usar tornozeleiras

Quarta, 20 de junho de 2018

13:00 - MP realiza estudo antropológico para definir o destino de bebê indígena

Terça, 19 de junho de 2018

14:35 - Bebê indígena continua internada em UTI em estado grave


// leia também

Sexta, 20 de julho de 2018

18:45 - Presidente do CRM-MT condena tentativa de barrar atendimentos em saúde

16:34 - Mulheres correm mais risco de sofrer infarto que os homens

11:40 - Santa Casa de Rondonópolis suspende atendimento em UTI pediátrica

09:52 - Irmão de Riva fica ferido após capotar Hilux em rodovia

09:15 - Adolescente morre após se afogar em praia do Rio Araguaia durante festival

09:12 - Prefeitura avalia medida judicial para auxiliar famílias abrigadas em ginásio esportivo

08:32 - Secretaria de Saúde confirma 11 mortes por influenza em Mato Grosso

07:58 - Motociclista morre ao ser atingido por caminhonete

07:42 - Denúncia diz que Arcanjo ameaçou concorrentes e voltou a reunir jagunços

07:26 - Preso, doutor Bumbum afirma que foi perseguido por homem com fuzil